Single Blog Title

This is a single blog caption

Viola, alma brasileira


Compartilhe:
Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedinmail

A música e a poesia popular sempre estiveram presentes na vida de nosso povo. Em todos os estados vemos violeiros e cantadores, verdadeiros gênios que registram o cotidiano de nosso país numa linguagem criativa, inteligente, viva, recriarem a realidade de transformando-a em ironia e crítica, em riso, tristeza ou graça, isto é: escrevendo nossa história numa ótica própria cheia de brasilidade.

Música simples, métricas precisas, a moda de viola nos prende pela sua graça, pela sua inteireza. “O poeta caboclo metrifica repinicando a viola”, nos diz José A. Teixeira em seu livro FOLKLORE GOIANO (Companhia Editora Nacional, 1941), e suas rimas são comumente nos versos pares, mas pode haver variações como neste trecho da “obra de 5 pés do grande Adolfo Mariano”, cantador de Goiandira, que também interpretou episódios da Coluna Prestes, da Revolução de 30, dos processos políticos e fraudes eleitorais que haviam em seu tempo, que transcrevemos na grafia da época:

Disculpe franquezas minhas
Licença, caro leitor,
Vou rabiscar estas linhas
Com certas frases mesquinhas
De mau improvisador.

De minha livre vontade
Vô fazer pequena crítica
Não tenho capacidade
Mas estou na liberdade
Vamos falar na política.

O ponto que me desgosto
No estado de Goiás
Em vez de abaixar imposto
Como agora eu amostro
Estô pagando muito mais.

“E seguem cerca de 15 estrofes nessa riqueza de rimas. Isto na boca de um homem que apenas aprendeu ler e escrever.”

José A. Teixeira, no livro citado, divide desta maneira esses cantares:

“Ciclo do Natal, ciclo do Divino, ciclo do Rosário, ciclos revolucionários, ciclo eleitoral, temas econômicos, ciclo heróico, temas antropomórficos, temas moralistas; desobediência, irreligiosidade e namoros escandalosos, temas filosóficos, romances e xácaras; humorismo, inteligência e sensibilidade, feira dos namorados, quadras infantis”.

Damos aqui um exemplo de quadra infantil registrada pelo autor:

MENINA TU ÉS A UVA

Menina tu és a uva
Da uva que faz o vinho
Se teus braços fossem gaiola
Seria teu passarinho

Aquela que for mais bela
Com ela me abraçarei
Aquela que for mais bela
Com ela me abraçarei.

O Brasil é um país rico, tem um povo generoso, artistas múltiplos. Seu folclore ainda está sendo pesquisado, mas você que está lendo este SITE pode conhecer mais nossa riqueza musical ouvindo os violeiros desta imensa terra.

 

Autor: Yassír Chediak

 

Facebook Comments